CaldoQuantico

 

 

 

 

FarolCom

 

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Documento sem título

METAFÍSICA.JOR.BR | +ARTIGOS | +NOTÍCIAS | +OPINIÃO | + MULTIMEIOS

Instituto Eu Quero Viver
domingo, 22 janeiro, 2012 0:55

Brigando pelo ovo da marmita

Auguste Rodin - O Pensador
Você lamenta o ovo que falta e não percebe o filé ao seu alcance

Sid Gaut

Você acha que o mundo está perdido, que os políticos são a ruína do país? Você briga pelo ovo da marmita? A culpa é sempre dos outros?

Desculpe, mas se você respondeu sim a essas perguntas, é bem provável que esses problemas sejam seus.

O mundo à sua volta, tem a cara das coisas nas quais você acredita e quanto mais você repete essas mesmas coisas, mais elas acontecem para corroborar com seu ponto de vista. Simples assim.

Acredita em diferenças sociais, em injustiça, em escolhidos e outras coisas do gênero? Sorte e Azar? Vamos repetir o parágrafo anterior:

- O mundo à sua volta, tem a cara das coisas nas quais você acredita e quanto mais você repete essas mesmas coisas, mais elas acontecem para corroborar com seu ponto de vista. Simples assim.

Se os seus olhos estiverem focalizando o ovo que falta na marmita, vai perder a chance de receber o filé que está ao seu alcance.

Você já pode ter lido centenas de livros de auto-ajuda, frequentado palestras, grupos espiritualistas e nada ter resolvido. Não são eles que estão errados ou são ineficazes, aliás eles são apenas um modelo, um tutorial, que vai te ajudar a alcançar um determinado ponto na sua estrutura de crenças, romper ou modificar aquele nó, mas o seu roteiro é só seu. Nenhuma dessas coisas vai fazer o milagre no seu lugar.

Aliás nos últimos 100 anos uma infinidade de autores e escolas do pensamento, repetem essa questão, usando linguagens, símbolos, práticas, exercícios e até dietas buscando esclarecer esse ponto de mutação, essa iluminação que você tanto busca.

Vamos colocar nessas páginas gradativamente, exemplos de pensadores e filosofias para que você possa perceber o maravilhoso poder que dorme em seu interior, mas que desperta tão logo você permita, porque na verdade essa centelha nunca dorme. A chave e o manual de instruções estão absolutamente ao seu alcance e metaforicamente é uma questão de aceitar, estender a mão, apertar o botão, abrir o coração, pensar fora da caixa. Com o nome e o jeito que você escolher.

Vamos?

+ ARTIGOS


Material jornalístico passível de direitos autorais. Fotos e textos podem pertencer
a autores diferentes. Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização